Francisco Moreira

Cultura Pop

Por

Francisco Moreira

O POLITICO E O MENDIGO

Por Francisco Moreira

Havia uma cidade pequena, onde a desigualdade era evidente em cada esquina. No centro, um político renomado, com roupas elegantes e um sorriso persuasivo, sempre em busca de votos e favores. Do outro lado, um mendigo solitário, com roupas sujas e olhos cansados, mendigando por migalhas de compaixão.

Certo dia, o político passou pela rua onde o mendigo costumava se sentar. Ele desviou o olhar e apressou o passo, como se a pobreza fosse contagiosa. No entanto, algo o fez parar. Uma fotografia o pegou de surpresa, uma imagem de sua juventude, quando ele era um idealista, prometendo fazer a diferença na cidade.

A imagem o atormentou e o levou de volta àqueles dias. Ele voltou para o mendigo, que agora estava se enrolando em um cobertor rasgado. O político o ajudou a se levantar e o levou para um abrigo de sem-teto, prometendo financiamento e atenção às causas sociais.

Com o tempo, o político começou a cumprir suas promessas e a lutar por uma cidade mais justa. Ele se aproximou do mendigo, aprendendo sua história e compartilhando a sua própria. E, assim, a cidade começou a mudar lentamente, à medida que a empatia e a compreensão substituíam a indiferença.

Neste conto, ambos, o político e o mendigo, descobriram a importância de se unir em prol de um bem maior, lembrando que, por baixo das diferenças externas, todos compartilhamos a mesma humanidade.

Apenas um conto por: Francisco Moreira

Compartilhar
Publicações anteriores

3° CHAMADA

3° CHAMADA PARA ASSEMBLEIA GERAL DE CONSTITUIÇÃO DA FEDERAÇÃO DE GAMES E TECNOLOGIA DO ESTADO DO ACRE. Compartilhar

2° CHAMADA

PARA ASSEMBLEIA GERAL DE CONSTITUIÇÃO DA FEDERAÇÃO DE GAMES E TECNOLOGIA DO ESTADO DO ACRE. Compartilhar

1° CHAMADA

1° CHAMADA PARA ASSEMBLEIA GERAL DE CONSTITUIÇÃO DA FEDERAÇÃO DE GAMES E TECNOLOGIA DO ESTADO DO ACRE.   Compartilhar